quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

PAULO DE CARVALHO

 


PAULO DE CARVALHO - Teresópolis

 
PAULO DE CARVALHO - Rio antigo - 13 x 20

PAULO DE CARVALHO - Rio antigo - 15 x 20

 
PAULO DE CARVALHO - Ressaca na Glória, Rio de Janeiro - 30 x 40

PAULO DE CARVALHO - Praia de Botafogo, sec XIX

 

PAULO DE CARVALHO - Praia de Copacabana, final do sec XIX

PAULO DE CARVALHO - Vista do Soberbo, Teresópolis

 
PAULO DE CARVALHO - Carneiros

PAULO DE CARVALHO - Vista do Rio de Janeiro - 15 x 20

Não há como deixar de perceber em suas obras, gratas referências dos desbravadores brasileiros daquela época. Estão lá, as nuances de Facchinetti, assumidamente sua grande referência, bem como paletas influenciadas por nomes de igual importância na pintura brasileira do século XIX: Dall’Ara, Batista da Costa, Hipólito Caron, Thomas Ender, Nicolas Vinet, García y Vasquez, Antônio Parreiras... Todos eles interpretados sob a luz de estudos, e orgulhosamente tidos como sólida referência.

PAULO DE CARVALHO - Porto de Santos, final do sec XIX

PAULO DE CARVALHO - Lavadeira, meados do séc XIX


Paulo de Carvalho nasceu em Petrópolis, em 1958. Dá pra entender porque o cenário está presente em sua obra, já faz parte de sua retina desde sempre. Foi instruído por Mário Antônio Couceiro, Georgina Meyer e Aloísio Carvão e se bacharelou em pintura pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Continuará sua pesquisa pelo Rio de Janeiro de uma época que nunca será esquecida.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

PINTORES HIPER REALISTAS


Embora a arte se destine, muitas vezes, a sublinhar a sua separação da realidade, o hiper-realismo praticamente apaga essa linha.
Quadros e esculturas criados por artistas hiper-realistas parecem imagens de alta resolução, o que torna difícil acreditar que foram feitos usando ferramentas tão regulares como lápis ou canetas.
Obras hiper-realistas são tipicamente 10 a 20 vezes maiores que a fonte original de referência fotográfica, mas ainda mantêm uma resolução extremamente alta em cores, precisão e detalhe.
Veja abaixo uma coleção dessas obras, reunidas por artista. Algumas fotos do processo de criação foram incluídas apenas para convencê-lo totalmente de que elas não são fotografias.

Diego Fazio

1
2
Material: lápis e papel
O italiano Diego Fazio começou a carreira como artista fazendo desenhos de tatuagens e, com o passar dos anos, especializou-se por conta própria em técnicas de fotorrealismo, se destacando com desenhos feitos apenas com lápis e papel. O retrato da mulher no banho levou mais de 200 horas para ficar pronto.

Jason de Graaf

3
4
5
6
Material: acrílico sobre tela
Jason de Graaf é um pintor canadense conhecido por suas fantásticas obras hiper-realistas. O artista disse que suas pinturas retratam a ilusão de verossimilhança na superfície pintada, filtrada de modo a expressar sua visão exclusiva do tema. Seu objetivo como pintor, segundo ele, não se limita em criar obras perfeitamente realistas. Ele também quer criar a ilusão de profundidade e senso de presença não encontrados nas fotografias.

Pedro Campos

7
Material: pintura a óleo
O pintor madrileno Pedro Campos nasceu em 1966 e é formado pela Escola Oficial de Conservação e Restauro de Obras de Arte de Madrid. O seu enorme talento permitiu-lhe trabalhar no restauro de pintura e outras formas de arte por toda a Espanha, e valeu-lhe também um lugar como ilustrador em diversas agências de publicidade de renome internacional. Após uma década de experiências que considerou fundamentais para a sua pintura, em 1998 passou a dedicar-se exclusivamente a ela.

Robin Eley

8
9
Material: pintura a óleo
Nascido em Londres, mas considerado australiano desde os 3 anos, Robin Eley cria pinturas ultrarrealistas que, nesta série, mostram pessoas nuas, cobertas por capas de chuva de plástico transparente. O que deixa as obras tão reais são os efeitos de luz criados por Eley. Ele considera suas obras ensaios de observações, nascidas de um exame implacável do seu meio social.

Ron Mueck

10
11
12
13
Material: silicone
O escultor australiano Ronald “Ron” Mueck usa silicone e técnica mista para criar figuras hiper-realistas, que deixam o cérebro confuso. As cores e as proporções são quase perfeitas em todas as peças, mas o que as torna tão surpreendentes é a sua escala exagerada.

Steve Mills

14
15
16
Material: pintura a óleo
O americano Steve Mills nasceu em 1959 e vendeu seu primeiro desenho aos 11 anos. Suas obras de pintura a óleo oscilam entre a paisagem e a natureza morta, representando tanto objetos do cotidiano como paisagens marítimas e campestres, onde a ausência da figura humana não retira em nada à composição uma vibração plena de vida.

Paul Lung

17
18
19
20
Material: lápis
O consultor de design de Hong Kong e artista Paul Lung começou a desenhar em 2004. Seu tópico preferido são animais, mas suas obras retratando pessoas também são impressionantes. Lung leva em média de 40 a 60 horas para completar cada um de seus desenhos a lápis.

Roberto Bernardi

21
22
Material: pintura a óleo
Roberto Bernardi nasceu em Todi, na Itália, em 1974, e começou a pintar nos anos 80. A sua técnica de pintura foi evoluindo de uma forma crescente ao longo dos anos. Sucessivas camadas de tinta de óleo e verniz são aplicadas em sobreposição, tornando cenas cotidianas contemporâneas em momentos excepcionais.

Samuel Silva

23
Material: caneta esferográfica
Estes desenhos incrivelmente realistas feitos com caneta esferográfica foram criados por um advogado autodidata português. Ele começou a desenhar quando tinha apenas dois anos de idade e desenvolveu o seu próprio estilo de desenho com caneta esferográfica na escola, através da criação de esboços simples nas capas de cadernos e livros durante as aulas. Por alguma razão, não optou cursar a escola de arte, mas isso, obviamente, não o impediu de levar suas habilidades de desenho para um nível que podemos descrever como incríveis.

Keng Lye

24
25
Material: resina
artista Keng Lye, de Cingapura, usa seu senso de perspectiva fenomenal para criar animais incrivelmente realistas, pintando-os em camadas de resina epóxi e tinta acrílica. As imagens acima são da série intitulada “Alive Without Breath” (em português, “Vivo Sem Respirar”), de pinturas impressionantes em 3D que cruzam a linha entre o que é real e o que não é.

Juan Francisco Casas

26
Material: caneta Bic azul
O artista espanhol Juan Francisco Casas a princípio se dedicava a obras pictóricas com tinta e pincel, mas em 2006 decidiu incursionar por um tipo de arte que é bem popular: o desenho com caneta Bic.

Eric Christensen

27
Material: aquarela
Christensen é o único artista capaz de fazer pinturas hiper-realistas com aquarela. Sua técnica original o acompanha profissionalmente desde 1992, e sua reputação como artista só tem crescido desde então.

Teresa Elliott

28
Material: pintura a óleo
Nativa do Texas, nos EUA, Teresa é formada em artes, já trabalhou como artista forense para departamentos de polícia e mais tarde se tornou uma pintora de óleo sobre tela.

Lynch-Smith

29
Material: lápis

Riusuke Fukahori

30
31
Material: resina
Pintando diferentes camadas de resina, o artista japonês Riusuke Fukahori cria peixes tridimensionais. As complexas pinturas criam um efeito visual profundo, parecido com o trabalho de Lye.

Gregory Thielker

32
33
34
Material: pintura a óleo
Gregory Thielker nasceu em Nova Jersey (EUA) em 1979. Ele estudou história da arte em Williams College e pintura na Universidade de Washington em St. Louis. Suas pinturas realistas ou hiper-realistas são feitas em aquarela ou à óleo. Mais recentemente, retratam autoestradas, parques de estacionamento, estradas urbanas – o mundo através da janela de um carro em movimento.

Franco Clun

35
36
Material: lápis
As reproduções feitas a lápis pelo italiano Franco Clun vão além do realismo, se é que isso é possível. Fã de filmes e séries, o italiano transforma seus personagens favoritos em papel, pois “se sente mais próximo deles”. Ele nunca estudou arte.

Paul Cadden

37
38
39
Material: lápis de carvão
Esse é o resultado de centenas de horas de trabalho do artista escocês Paul Cadden. Seus desenhos hiper-realistas são feitos a lápis de carvão.

Omar Ortiz

40
hyper-realistic-artworks-16-1
Material: pintura a óleo
O mexicano Omar Ortiz é um artista plástico nascido em 1977 em Guadalajara. Já passou por várias técnicas diferentes de pintura, mas hoje faz quadros incrivelmente realistas utilizando a pintura a óleo.

Daisy

41
Material: carvão[BoredPanda]




David M. LENZ

 
Erv's Haven 28" x 48" ÓLEO SOBRE TELA  2003



Massey Ferguson 13" x 14" ÓLEO SOBRE TELA  2004



A vaca doente 11 "x 9 1/4" de petróleo a bordo de 2002














Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...